quinta-feira, 31 de maio de 2012

Por aí...




Desde pequena eu tenho esse sangue cigano. Minha mãe me teve muito cedo e precisou dar uma pausa nos estudos. Então eu cresci um bucadinho (mas só um bucadinho) e fui morar com minha avó pra ela voltar a ativa. Meu avô era juiz de direito e no estado da Bahia moramos em três cidades: Palmeiras, Mangabeira e Cruz das Almas (que eu me lembre!). Só nesta última cidade foram algumas casas... então mudanças são meio que parte da minha vida.

Às vezes eu paro e fico pensando no meu desapego e como com ele, contraditoriamente, eu me apego às pessoas, cidades, histórias... só pode ter a ver com o começo da minha vida. Só pode! Preciso admitir que aprendi que as mudanças sempre são para melhor. Pelo menos todas as minhas foram. Seja de emprego, de cidade, de país. Acho também que isso muito tem a ver com a forma que a gente encara a vida. Até porque até no lado ruim tem lado bom, sabia?

E eu sempre penso nessa história quando me bate a saudade dos amigos que agora estão longe (e como esse número aumenta), quando penso em quanta coisa boa já fiz e quanta gente massa eu tive o prazer de conviver.

Hoje o coração vive assim, saudoso, mas cheio de momentos lindos pra puxar lá debaixo e reviver na memória. Uns não tão lá embaixo assim, já que elas sempre estão acontecendo.

E que assim seja... e que eu tenha cada vez mais amigos ao redor do mundo, momentos para serem guardados e saudade para ser sentida. Porque se a gente sente saudade, meu amigo, é porque a parada foi boa :)



beijoca e vejo vocês por aí... ou por aqui!

2 comentários:

Sueli disse...

Sabe a vantagem q temos hj, q mesmo distantes nunca estamos ou quase nunca estamos sozinhos, pois este mundo da net, nos permite conhecer pessoas de onde nem imaginamos e melhor ainda nos ajuda a matar a saudade que tanto teima em aparecer !!!!

Eu estava com muitas saudades de ti!!!

Um enorme beijo minha linda!!!
AMEI sua CASA !!!!

Veronica Kraemer disse...

Mari querida, eu mudei pouco, mas sempre guardo boas lembranças das pessoas, dos diferentes locais.
Como a Su disse aí acima, ainda bem que tem a net, que não deixa a gente perder o contato, e nos proporciona belas amizades, né?
Amei seu post!
Sempre vendo o lado bom das coisas, isso que importa!
Bjossssssssss e um lindo final de semana pra ti
Vero